Tamanho do texto

Índice de refração e valor ABBE

A escolha do tipo de material está ligada diretamente à rotina de cada um. Um atleta, por exemplo, tende a optar por uma lente com maior resistência.

Antes de partir especificamente para uma explicação dos materiais, precisamos entender um fenômeno de fundamental importância na elaboração das lentes: a refração, que é o desvio que a luz sofre ao atravessar dois meios de diferentes densidades.

Refração também é a relação entre a velocidade da luz no vácuo e num meio mais denso. Ao penetrar perpendicularmente num meio mais denso, a luz perde sua velocidade.

Para sabermos o índice de refração de um determinado material, seguimos a seguinte equação: n = velocidade ar/velocidade material.

Se montarmos a fórmula, precisamos ter em mente que a velocidade da luz no ar é de 300.000 km/h. Vamos então supor que temos uma lente específica cujo material permite que a velocidade da luz através dele seja de 200.000 km/h. Logo, teremos:

n = 300.000/200.000

n= 1.500 (uma lente com índice de refração igual a 1,500)

Vidros e resinas ópticas têm diferentes índices de refração e consequentemente diferem quanto a peso e espessura em função dessa diferença.

O índice de refração influencia diretamente tanto na espessura quanto no peso da lente. No caso das lentes positivas (ou convergentes) quanto maior o índice de refração, mais finas elas ficam no meio; já no caso das lentes negativas (divergentes) mais finas elas ficam nas bordas. Com relação ao peso, no caso das lentes minerais, quanto maior o índice de refração, mais fina e mais pesada fica a lente. Para resina e policarbonato, quanto maior o índice de refração, mais fina e mais leve fica a lente.

Outra característica importante em uma lente é seu valor ABBE, que é a capacidade que um material transparente tem de manter fundidos os vários comprimentos de ondas contidos num feixe de luz branca. Assim, quando um material transparente tem alto valor ABBE, ele passa fidedignamente a cor e a forma de cada objeto visualizado. E quando tem um baixo valor ABBE, ele deixa vazar franjas coloridas nas bordas dos objetos observados, além de “deformá-los”. Este fenômeno é comumente chamado de ‘aberração cromática’.

Um dado importante a ser levado em consideração é que o valor ABBE e o índice de refração não têm uma relação direta. Isso significa que uma lente de alto índice pode ter número ABBE alto ou baixo.

(Fonte: Laboratório Rigor)

Pagina 18 de 26

Prev Next

Olhos nos olhos, quero ver o que você diz. Quero ver como suporta me ver tão feliz.

Chico Buarque

Pelo brilho nos olhos, desde o começo dos tempos, as pessoas reconhecem seu verdadeiro amor.

Paulo Coelho

Oh, paixão, que fazes com meus olhos que não enxergam o que veem?

William Shakespeare

Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.

Antoine de Saint-Exupéry

O homem que não tem os olhos abertos para o misterioso passará pela vida sem ver nada.

Albert Einstein

Guarda-me, como a menina dos seus olhos. Ela é a tal, sei que ela pode ser mil, mas não existe outra igual.

Chico Buarque

Dirão, em som, as coisas que, calados, no silêncio dos olhos, confessamos?

José Saramago

O horizonte está nos olhos, e não na realidade.

Ángel Ganivet

O homem acredita mais com os olhos do que com os ouvidos.

Sêneca

Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.

Antoine de Saint-Exupéry

Fiero